IRPF 2024: Descubra 7 informações que podem colocar o contribuinte na mira da malha fina

IRPF 2024:como evitar a malha fina

Compartilhe nas redes!

A declaração do Imposto de Renda é um momento crucial para os contribuintes brasileiros, e o temor de cair na malha fina da Receita Federal é real e justificado. A malha fina funciona como um filtro que retém declarações com inconsistências, aguardando correção ou comprovação das informações fornecidas. Este artigo oferece orientações valiosas para tomar cuidado com cruzamentos de dados que a Receita Federal faz e que podem complicar a vida de muitos contribuintes.
 

Como a Malha Fina Funciona e Como Evitá-la

O sistema de cruzamento de dados da Receita Federal é extremamente eficiente em identificar discrepâncias nas declarações de Imposto de Renda. Essas “inconsistências” podem levar o contribuinte direto para a malha fina, resultando em atrasos na restituição e, em casos graves, em multas e juros. Entenda os principais focos de atenção para não cair nessa armadilha.

Atenção às Informações das Corretoras

As movimentações em renda variável são rigorosamente monitoradas. As corretoras informam à Receita todas as transações, e a falta de correspondência com sua declaração pode levar você à malha fina. Declare todos os lucros e perdas, e não se esqueça das retenções de imposto na fonte.

Dados Fornecidos pelos Empregadores

A DIRF é uma declaração enviada anualmente por fontes pagadoras, sejam elas empresas, instituições financeiras, órgãos públicos, entre outros, e detalha todos os rendimentos pagos a pessoas físicas domiciliadas no país, além dos respectivos impostos retidos na fonte, independentemente de sua natureza e da forma de tributação aplicável. Isso inclui salários, comissões, prêmios, rendimentos de aluguéis, entre outros.

Por meio da DIRF, a Receita Federal consegue acessar informações cruciais que permitem identificar se houve retenção de imposto na fonte de forma correta e se os contribuintes estão declarando seus rendimentos adequadamente.

A correspondência entre os dados apresentados na DIRF pelas fontes pagadoras e as informações declaradas pelos contribuintes é fundamental para evitar discrepâncias que possam levar à retenção da declaração na malha fina, onde será necessária uma verificação mais detalhada por parte da Receita Federal.

Por isso, qualquer divergência entre os valores declarados por você e os informados pelo seu empregador pode ser um convite para a malha fina. Certifique-se de que todos os rendimentos, inclusive férias e décimo terceiro, estejam corretamente declarados.

contador para imposto de renda

Despesas Médicas

Um dos erros mais comuns que levam à malha fina é a declaração incorreta de despesas médicas.

A DMED, ou Declaração de Serviços Médicos e de Saúde, é um documento que os prestadores de serviços na área da saúde são obrigados a enviar à Receita Federal do Brasil.

Essa declaração é fundamental para o processo de fiscalização do Imposto de Renda das pessoas físicas, pois detalha todos os serviços prestados, os valores recebidos por esses serviços, e, crucialmente, os pagamentos realizados por pessoas físicas.

Incluem-se entre os obrigados a entregar a DMED clínicas, hospitais, laboratórios, profissionais autônomos como médicos, dentistas, psicólogos, fisioterapeutas, entre outros profissionais da saúde que prestam serviços diretamente à população.

O objetivo da DMED é permitir que a Receita Federal cruze as informações fornecidas pelos prestadores de serviços de saúde com aquelas declaradas pelos contribuintes em suas Declarações de Ajuste Anual do Imposto de Renda Pessoa Física.

Isso ajuda a identificar possíveis discrepâncias ou omissões relacionadas às despesas médicas declaradas, que são dedutíveis e podem influenciar o cálculo do imposto devido ou o valor da restituição.

Assegure-se de que todas as despesas sejam reais, necessárias e devidamente documentadas. Evite declarar gastos não comprovados ou informações inconsistentes com as DMEDs, ou caso contrário, cairá na malha fina. 

Movimentações Financeiras Elevadas

As instituições financeiras reportam automaticamente à Receita movimentações significativas. Para evitar a malha fina, declare todas as suas contas e movimentações, assegurando que os saldos e transferências estejam todos corretamente informados.

Vendas e Aquisições de Imóveis

A omissão ou declaração incorreta de transações imobiliárias é um caminho certo para a malha fina.

Empresas do setor imobiliário, como imobiliárias, construtoras e incorporadoras, são obrigadas a submeter à Receita Federal a Declaração de Informação sobre Atividades Imobiliárias (DIMOB), na qual devem detalhar todas as transações efetuadas e os montantes correspondentes.

Os cartórios, por sua vez, têm o dever de encaminhar a Declaração sobre Operações Imobiliárias (DOI), documento que abrange dados detalhados sobre cada negociação imobiliária realizada, incluindo o valor preciso da transação. Compreender o processo de declaração de propriedades no Imposto de Renda 2024 é fundamental.

Impostos e Transações com o Poder Público

Certifique-se de que todos os impostos pagos, especialmente em transações imobiliárias ou de herança, estejam corretamente declarados. A falta de alinhamento entre as informações que você fornece e aquelas reportadas aos órgãos públicos pode resultar em uma visita indesejada à malha fina.

Informações sobre Dependentes

A inclusão incorreta de dependentes é uma causa frequente de retenção na malha fina. Verifique todos os dados, incluindo rendimentos, despesas médicas e educação, para garantir que estejam completos e precisos.

Dicas Finais para Evitar a Malha Fina

Para garantir que sua declaração de Imposto de Renda seja aceita sem problemas e você fique longe da malha fina, siga estas dicas adicionais:

  1. Mantenha uma organização rigorosa de seus documentos fiscais ao longo do ano: Crie um sistema de arquivamento, seja físico ou digital, para manter todos os seus recibos, notas fiscais e comprovantes de rendimentos. Isso facilitará a sua vida na hora de preencher a declaração e servirá como respaldo em caso de necessidade de comprovação para a Receita Federal.

  2. Utilize os serviços de um contador se sentir insegurança na declaração: Um profissional qualificado pode ajudar a evitar erros que levariam à malha fina. Além disso, um contador pode oferecer conselhos valiosos sobre como otimizar sua declaração para aproveitar todas as deduções fiscais disponíveis.

  3. Revise sua declaração várias vezes antes de enviá-la: Erros simples como digitação incorreta de CPF ou omissão de rendimentos podem ser facilmente evitados com uma revisão cuidadosa. Reserve um tempo para verificar cada item da sua declaração.

  4. Fique atento aos prazos e às mudanças na legislação tributária: As leis tributárias podem mudar de um ano para o outro, impactando sua declaração. Além disso, enviar a declaração dentro do prazo evita multas e juros.

Evitar a malha fina e garantir uma declaração de Imposto de Renda correta e otimizada não precisa ser uma tarefa solitária ou repleta de incertezas. Nossa equipe de especialistas está pronta para auxiliar você em cada passo do processo, garantindo tranquilidade e segurança.

Ao escolher nosso serviço de preenchimento da declaração, você se beneficia de:

  • Análise detalhada de sua situação fiscal;
  • Orientação personalizada para maximizar suas deduções e reduzir o imposto devido;
  • Revisão minuciosa para evitar erros que poderiam levar à malha fina;
  • Suporte para esclarecer dúvidas e resolver pendências com a Receita Federal.


Não deixe para a última hora e evite o estresse e os riscos associados a uma declaração de Imposto de Renda incorreta. Contratar nosso serviço não é apenas um investimento na sua paz de espírito, mas também na sua segurança financeira. Evite as consequências negativas de cair na malha fina, como multas, juros e até mesmo processos fiscais.

Entre em contato conosco hoje mesmo e garanta que sua declaração de Imposto de Renda seja um sucesso!

Clique aqui e agende uma consulta com um de nossos especialistas.

5/5 - (1 vote)
Summary
IRPF 2024: 7 informações que podem te colocar na mira da malha fina
Article Name
IRPF 2024: 7 informações que podem te colocar na mira da malha fina
Description
Descubra 7 informações que podem colocar você na malha fina e evite problemas com a Receita Federal e prejuízos com multas.
Author
Publisher Name
Conexão Contábil
Publisher Logo

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

COMO DECLARAR UM CONSORCIO CONTEMPLADO NO IRPF

Como declarar um consórcio contemplado no IRPF: Guia completo

O período de declaração do Imposto de Renda está novamente entre nós, trazendo dúvidas e preocupações para milhões de brasileiros. Em 2024, com os novos limites de declaração e a participação crescente em consórcios, é essencial entender como declarar corretamente

Como Declarar Pensão Alimentícia Recebida no IR2024

Como Declarar Pensão Alimentícia Recebida no IR 2024: Guia Completo

A legislação tributária brasileira sofreu importantes alterações no tratamento da pensão alimentícia, especialmente a partir do fim de 2022. Para os contribuintes, entender como declarar pensão alimentícia recebida tornou-se fundamental para a adequada prestação de contas ao Fisco. Este guia

como declarar herança no Imposto de renda

Como Declarar Herança e Espólio no Imposto de Renda 2024

O recebimento de uma herança pode ser um momento repleto de emoções contrastantes, abrangendo desde a dor da perda até a gratidão pelo legado deixado. No entanto, além das questões emocionais, há um aspecto prático e obrigatório que não pode

Recomendado só para você
  Você sabia que milhões de brasileiros precisam declarar o…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top